Prefeitura Municipal de Nova Olinda
conteúdo do menu

Prefeitura Municipal de Nova Olinda

conteúdo principal
COVID 19

Boletim Semanal

Atualizado em: 29/07/2021
Pacientes Recuperados
1028
Pacientes Ativos
15
Confirmados
1089
Descartados
2345
Óbitos
46
Suspeitos
7
Boletim PDF
Tratamento
15

ACOMPANHE
Doses Aplicadas e Recebidas

Primeira Dose:

4623

Segunda Dose:

1185

Dose Única:

219

Doses Aplicadas:

6027
Doses Recebidas

Total:

7103

QUANDO PROCURAR AJUDA MÉDICA?

Quando apresentar os primeiros sintomas da Covid-19: febre, tosse seca, dificuldade para respirar,
dores no corpo, dor de cabeça, diarreia, perda do olfato e do paladar, coriza e/ou dor de garganta.

Usuário do Sistema Único de Saúde - SUS

Deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua casa ou uma das centrais de triagem do Estado ou Município. No caso de sintomas graves como falta de ar, deve ir imediatamente a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Em caso de necessidade, o paciente será transferido para um dos hospitais de referência.

Usuário da rede privada

A recomendação é a mesma: procurar atendimento pelo seu convênio médico quando apresentar os primeiros sintomas da Covid-19.

COMO SE PROTEGER
Ao tossir e espirrar

Cubra a boca e o nariz. Use os braços ou lenço descartável. Evite usar as mãos. E, se usar, lembre-se de higienizá-las.

Se usar um lenço, jogue-o fora imediatamente e lave as mãos.

Use, preferencialmente, lenços de papel.

LOCAL DE
VACINAÇÃO

Policlinica

Avenida 31 de março

Horário: 07:00 ás 11:00 e 13:00 às 15:00

Atendimento por ordem de chegada e acordo com o recebimento de vacinas pelo Município de Nova Olinda.

Documentos necessários para vacinação:

- Cartão do SUS (CNS)
- Carteira de Identidade (RG)
- Cadastro de Pessoa Física (CPF)
- Cartão de Vacina
- Laudo médico atualizado (Para comorbidades)
- Cópia do Contracheque ou Carteira de trabalho e CNAE (Para trabalhadores industriais)

Relatório em PDF

VACINÔMETRO

DOSES APLICADAS DE VACINAS CONTRA
COVID-19 NO MUNICIPIO DE NOVA OLINDA - TO

GRUPOS PRIORITÁRIOS VACINADOS
1º Dose
VACINADOS
2º Dose
VACINADOS
DOSE ÚNICA
Trabalhadores Industriais

645

3

3

Caminhoneiro / Transporte Coletivo

64

0

1

Trabalhadores da Educação

267

6

0

Gestantes e Puérperas

12

0

0

Comorbidades

333

5

0

Trabalhadores da Saúde

243

205

0

Público em geral ( 35 a 59 anos)

1790

40

206

Idosos > 60 anos

1269

926

9

TOTAL DE DOSES APLICADAS: D1 D2 DU

6027

4623

1185

219

DOSES RECEBIDAS ATÉ 28/07/2021

1º Dose

2º Dose

Dose Única

TOTAL

4859

1999

245

7103

Data Recebimento Remessa Astrazeneca Coronavac Janssen
20/01/2021
1º Dose
0
54
0
29/01/2021
1º Dose
60
0
0
11/02/2021
1º Dose
0
160
0
28/02/2021
1º Dose
20
20
0
06/03/2021
1º Dose
0
50
0
16/03/2021
1º Dose
0
50
0
23/03/2021
1º Dose
0
400
0
30/03/2021
1º Dose
0
160
0
04/04/2021
1º Dose
0
10
0
14/04/2021
1º Dose
65
0
0
19/04/2021
1º Dose
130
0
0
28/04/2021
1º Dose
120
0
0
05/05/2021
1º Dose
225
0
0
05/05/2021
1º Dose
125
0
0
19/05/2021
1º Dose
15
0
0
26/05/2021
1º Dose
120
0
0
31/05/2021
1º Dose
100
0
0
09/06/2021
1º Dose
475
60
0
16/06/2021
1º Dose
250
0
0
23/06/2021
1º Dose
0
180
0
30/06/2021
1º Dose
0
50
0
02/07/2021
1º Dose
845
0
0
07/07/2021
1º Dose
0
0
245
14/07/2021
1º Dose
0
150
0
21/07/2021
1º Dose
605
0
0
28/07/2021
1º Dose
310
50
0
Data Recebimento Remessa Astrazeneca Coronavac Janssen
05/02/2021
2 º Dose
0
54
0
28/02/2021
2 º Dose
0
160
0
23/03/2021
2 º Dose
20
20
0
30/03/2021
2 º Dose
0
50
0
04/04/2021
2 º Dose
0
50
0
14/04/2021
2 º Dose
60
0
0
14/04/2021
2 º Dose
0
400
0
19/04/2021
2 º Dose
0
160
0
28/04/2021
2 º Dose
0
10
0
19/05/2021
2 º Dose
65
0
0
19/05/2021
2 º Dose
130
0
0
31/05/2021
2 º Dose
0
60
0
23/06/2021
2 º Dose
60
0
0
30/06/2021
2 º Dose
120
0
0
30/06/2021
2 º Dose
225
0
0
14/07/2021
2 º Dose
0
180
0
21/07/2021
2 º Dose
0
50
0
28/07/2021
2 º Dose
125
0
0

Vacinas
Recebidas

Coronavac

Sinovac/Butantan


A vacina adsorvida covid-19 (inativada) é feita com o novo coronavírus (SARS-COV-2) (cepa CZ02). Para produzir a vacina, o vírus é inativado, ou seja, substâncias químicas são adicionadas para que o vírus não seja capaz de causar doença, ficando “morto”. Depois é acrescentado o hidróxido de alumínio, que é uma substância já bem conhecida como adjuvante para que a vacina induza proteção (anticorpos) nas pessoas vacinadas.

Esta vacina foi produzida pela Sinovac Life Science Co. Ltd. e apesar de ainda não estar registrada no Brasil foi aprovada para uso emergencial.

A vacina adsorvida covid-19 (inativada) é aplicada no músculo do seu braço (deltoide). O esquema de vacinação é de 2 doses com intervalo de 28 dias entre elas.

Astrazeneca

Oxford/AstraZeneca/Fiocruz


Fruto da parceria com a AstraZeneca, a vacina Covid-19 (recombinante) foi desenvolvida pela Universidade de Oxford através da plataforma tecnológica de vírus não replicante (a partir do adenovírus de chimpanzé, obtém-se um adenovírus geneticamente modificado, inofensivo ao ser humano, por meio da inserção do gene que codifica a proteína S do vírus Sars-CoV-2).

A vacina recebeu autorização condicional de comercialização ou uso de emergência em mais de 80 países em seis continentes.

A vacina é aplicada no músculo do seu braço (deltoide). O esquema de vacinação é de 2 doses com intervalo de 12 semanas ou 90 dias entre elas.

Janssen

Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda


A vacina Covid-19 (recombinante) da Janssen foi autorizada pela Anvisa por meio de uma autorização temporária de uso emergencial (AUE) para imunização ativa para prevenir a Covid-19 causada pelo SARS-CoV-2 em indivíduos com 18 anos de idade ou mais. O uso emergencial deste produto é autorizado apenas durante a declaração de que existem circunstâncias que justifiquem a autorização do uso de emergência da vacina para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância nacional decorrente do surto do novo coronavírus (SARS-CoV-2) conforme estabelece a RESOLUÇÃO RDC Nº 475, DE 10 DE MARÇO DE 2021.

Conhecido tecnicamente como Ad26.COV2.S, utiliza a tecnologia de vetor viral, um vírus enfraquecido que transporta os genes virais para dentro das células, estimulando a resposta imunológica.

A vacina é aplicada no músculo do seu braço (deltoide) em dose única.

COMO SE PROTEGER
LAVE AS MÃOS

Após tossir ou espirrar.

Antes e depois de comer.

Ao chegar em casa.

Após usar o banheiro.

Ao deixar espaços públicos.

Antes, durante e depois de cuidar de pessoas doentes.

conteúdo rodapé
Banner